Uma das tendências que tem aparecido cada vez mais nas casas e apartamentos é a decoração minimalista. É um estilo ideal para quem quer montar ambientes mais clean e com enfoque no funcional. E a tendência minimalista significa isso mesmo: montar o ambiente de forma que ele contenha apenas o essencial, de forma que fique agradável esteticamente também.

A origem do minimalismo vem da década de 60, quando uma série de movimentos artísticos e culturais tiveram essa preocupação de usar apenas os elementos fundamentais. O estilo cresceu e chegou em outras áreas, como a arquitetura e a decoração.

Quem segue esse estilo de decoração, normalmente busca por ambientes que transmitam tranquilidade e refúgio do exterior tão caótico e cheio de confusões. Mais do que uma tendência decorativa, acaba sendo um estilo de vida mesmo, no qual a estética vem sempre aliada à funcionalidade e a qualidade vem acima da quantidade.

 

 

Menos é mais

Quem é que nunca ouviu essa frase tão famosa? Aqui, ela se encaixa perfeitamente. No estilo minimalista, isso é fundamental, é preciso evitar o excesso de enfeites. Na pratica, tudo aquilo que não será de fato usado frequentemente pode ser descartado.

Cores

A escolha das cores também é um item importante para a decoração minimalista. No geral, as cores mais utilizadas são branco, preto, cinza e outras cores em tons neutros. Os ambientes costumam sem bem claros, que passam a impressão de maior amplitude.

Iluminação

Além das cores mais claras e neutras, uma boa iluminação é fundamental em um ambiente minimalista. Deve-se priorizar a luz natural, com janelas de vidro. Na iluminação artificial, o ideal é manter os ambientes bem claros, mas sem uso de lustres chamativos ou carregados.

Organização

A organização é um item essencial quando se fala de um espaço minimalista. É importante que cada objeto tenha um local correto de origem e que não haja excessos. Para muitas pessoas que seguem esse conceito, na hora de determinar o que deve ou não estar no ambiente é preciso manter apenas o que te traz felicidade (ou que seja útil e usado de fato, claro).

Móveis

Os móveis devem ser clean, com linhas mais retas e seguindo o conceito que mencionei anteriormente: apenas o necessário. Os móveis podem seguir formato geométrico mais imponentes e até mesmo com algumas simetrias. Lembrando que a parte estética também conta, afinal, além de ser funcionais, os móveis são igualmente decorativos.

 

Linhas retas

Os objetos com linhas mais retas e simples são os que dominam no ambiente minimalista, tanto na decoração quanto na arquitetura em si. As janelas costumam ser mais lisas e sem peitoris, os rodapés são planos, o revestimento do chão é preferencialmente polido e sem quebras, e por aí vai.

O que vocês acham desse estilo? Adotariam em casa?

19 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here