Vocês já sabem que amo viajar, e se pudesse, viajaria todo mês!!! Então tivemos a oportunidade de fazer uma viagem para Foz do Iguaçu com um grupo de amigos no feriado de 01/05, e claro que aproveitamos. Apesar de ser uma viagem curta, de apenas 4 dias, deu para aproveitar muito e ver / fazer muita coisa. Por isso vim compartilhar aqui com vocês o roteiro que fizemos e deixar algumas dicas também!

Como de costume, gravei vlog da viagem para o canal. Deixo aqui para quem prefere acompanhar em vídeo. Mas abaixo tem tudo certinho também em texto e com fotos!!

Dia 1 – Vôo, Parque das Aves, Dreamland e jantar Noite Italiana

Fomos para o aeroporto neste dia bem cedinho. Ainda mais cedo do que teríamos que ir de verdade, pois nosso vôo era dia 28/04, dia em que estava marcada a greve geral, e estávamos com medo de pegar bloqueios no caminho e não chegarmos ao aeroporto. Felizmente, foi tranquilo, e o atendimento no aeroporto estava tranquilo e o vôo da Gol saiu super pontual.

Ao chegarmos em Foz, fizemos o check in no hotel Golden Park (gostei bastante e recomendo!), trocamos de roupa e já começamos o passeio. Como estávamos em grupo grande, fechamos no pacote um guia e um micro-ônibus para o período da viagem. Como o tempo era curto, achei que isso ajudou muito!!!

Parque das Aves: foi a nossa primeira parada e foi um dos passeios mais agradáveis. O lugar é lindo, super bem cuidado e rende horas de passeio para quem gosta. Fiquei um pouco chateada por muitas das aves ficarem em cativeiros, porém pesquisando vi que o trabalho deles é bem legal, a maior parte das aves que estão lá foram resgatadas e tratadas por eles. Eles também ajudam na preservação das espécies. Os espaços que mais gostei foram os que podíamos chegar pertinho das aves, e claro, de ver os flamingos, lindoooosss!!!

Foz do Iguaçu - Parque das Aves

 

Dreamland: após o Parque das Aves, fomos para o Dreamland, que é o museu de cera de Foz. Na realidade, trata-se de um complexo com outras atrações junto, o Vale dos Dinossauros e o Maravilhas do Mundo. Acaba compensando comprar os ingressos das três atrações, pois a diferença de valor de uma entrada e das três é muito pequena.

Museus de cera são sempre passeios divertidos e que rendem fotos legais, porém, como já fui a alguns, e da rede Madame Tussauds (imagino que seja a mais famosa), acabou perdendo um pouco a graça. Especialmente porque no Madam Tussauds podemos interagir com as estátuas de cera, abraçar, colocar acessórios etc, enquanto no Dreamland, nem podemos tocar e tem cordão de segurança, então só dá para fazer foto de longe. Para quem nunca foi, é um passeio legal. Mas se assim como eu você já tiver ido em um museu de cera diferente, pode pular esse.

O Maravilha do Mundo foi o meu preferido dos três, tem algumas áreas bem legais e com umas miniaturas de arquiteturas mundiais bem feitas. Já o Vale dos Dinossauros, apesar de ser muito bem feito, bonito e cheio de verde (rende fotos bonitas), é um pouco infantil. O passeio foi divertido e como tínhamos esse período, foi legal.

Jantar Noite Italiana: nesta primeira noite, nossa opção para o jantar foi a Noite Italiana do hotel Bella Itália, que é um dos mais tradicionais de Foz. É um rodízio de massas, risotos e carnes, com buffet enorme de acompanhamentos e uma das maiores mesas de queijos do Brasil, com mais de trinta tipos servidos. Sem dúvida a melhor refeição que fizemos na viagem, e da dó de não poder comer na mesma refeição o suficiente por uns 3 dias, pois juro que tem opção pra mais que isso rs.

 

Dia 2 – Compras no Paraguai e Duty Free da Argentina

Esse dia tiramos para as compras! Que são o motivo da viagem de muita gente que vai pra lá né? Começamos pelo Paraguai. É preciso sair bem cedo, pois tem uma fila para fazer a travessia da Ponte da Amizade, e quanto mais tarde, pior fica. Saimos do hotel 7h30 e pouco depois das 8h iniciamos a maratona rs. Para quem tiver somente algumas horas para compras (no nosso caso foram 6h), o ideal é ir com tudo pesquisado, lista e foco! Pois são muitas lojas e não é tão fácil andar por lá. Não tínhamos nada de obrigatório em nossa lista, fomos apenas garimpar o que achássemos interessante, e tem bastante coisa que vale a pena! Já gravei vídeo de comprinhas e estará no canal em breve.

Ficamos no Paraguai até 14h e depois seguimos para o Duty Free da Argentina. Achei lindo lá e dá para fazer fotos bem legais na parte externa. Por dentro, é bem bonito também, mas bem parecido com free shops em geral. Como voltamos de viagem internacional em novembro, não tínhamos tanta coisa para olhar por lá, mas comprei algumas maquiagens que eu estava doida pra comprar!

Foz do Iguaçu - Duty Free Argentina

Foz do Iguaçu - Duty Free Argentina

Rafain: na segunda noite da viagem, jantamos na churrascaria Rafain, que também é um dos jantares mais tradicionais de lá. Além da comida ser muito boa, o restaurante tem um jantar show espetacular, com músicas e daças típicas de oito países da América Latina!
Foz do Iguaçu - Rafain

 

Dia 3 – Cataratas Argentinas e Cataratas Brasileiras

Enfim, o dia mais tradicional e lindo da viagem, o dia das Cataratas! Fizemos a visita aos dois lados, o lado argentino e o lado brasileiro. Começamos pelas Cataratas Argentinas, e mais uma vez saímos bem cedo para pegar o primeiro passeio e evitar filas por lá. Ao chegar no complexo, que é enorme e lindo (super bem cuidado), temos que pegar um trenzinho para chegar até a trilha que leva às cataratas.

Há muita divergência sobre qual o lado mais bonito, se é o argentino ou se é o brasileiro. Cada um tem uma perspectiva, então só indo mesmo para avaliar o que irá preferir. Vou falar o que achei sobre os dois lados ok?

Foz do Iguaçu - Cataratas Argentinas

Foz do Iguaçu - Cataratas Argentinas

Do lado argentino, que fomos primeiro, temos que seguir todo o caminho por umas pontes por cima do rio, até chegar ao ponto das cataratas. De lá, chegamos beeeem perto mesmo das quedas, na verdade praticamente em cima delas, e as quedas são enormes, com muita água. Era impossível chegar perto sem capa de chuva, pois de fato parecia que estava chovendo de tanta água! A vista é lindíssima, mas as fotos em si podem embaçar um pouco, já que tem muito vapor de água! No vídeo deu para ver suuuper bem, a imagem ficou ótima, mas não consegui fotos muito legais.

Mais tarde seguimos para as Cataratas Brasileiras. O complexo também é enorme, lindo e bem cuidado. Lá não tem trenzinho, e sim ônibus que levam até o início das trilhas. Grupos que já estão com ônibus, como o nosso, podem seguir direto até lá e evitar uma filinha que tem. Ao chegar no início da trilha, já é possível avistar várias quedas e o caminho já rende diversas fotos e vistas maravilhosas! Inclusive, se der sorte, vários arco-íris! O ponto mais próximo não é tão perto das quedas quanto do lado argentino, então não conseguimos ver na mesma profundidade e tudo mais, porém isso faz com que a visão seja mais panorâmica e completa. Como eu disse, cada um tem sua opinião sobre isso, mas eu gostei mais do lado brasileiro justamente por causa disso. Por não ser tão perto, consegui ficar sem a capa de chuva, mas ao sair meu cabelo e rosto estavam bem molhados! Também consegui fazer fotos melhores deste lado.

Foz do Iguaçu - Cataratas Brasileira

Foz do Iguaçu - Cataratas Brasileira

Foz do Iguaçu - Cataratas Brasileira

Brasa Burguer: neste dia não tínhamos jantar marcado, então fomos a esta hamburgueria que ficava próxima ao hotel. Apesar deles não estarem tão preparados para receber grupo grande como o nosso e terem dado trabalhopra conseguir a quantidade de mesas que precisávamos, tanto os hambúrgueres quanto as porções eram maravilhosos e compensaram isso.

 

Dia 4 – Itaipu Binacional e vôo de volta

No último dia, fizemos outro passeio imperdível, que é o tour panorâmico pela Itaipu Binacional. A usina é uma das maiores obras da engenharia moderna, sendo a maior usina hidroelétrica em produção do mundo, e foi também a maior em tamanho durante muito tempo. A visita começa com um vídeo que conta a história da construção da barragem e um pouco do trabalho de Itaipu. Após a projeção, é feito o passeio em ônibus panorâmico para dois mirantes de observação, que permitem diferentes pontos de vista da construção. O passeio termina com uma vista linda do Lago de Itaipu.

Foz do Iguaçu - Itaipu Binacional

Foz do Iguaçu - Itaipu Binacional

E este foi nosso último passeio. Gostamos muito e tivemos dias bem produtivos! Se tiverem dúvidas, pode deixar aqui que respondo.

13 COMENTÁRIOS

  1. Que legal! Foz me traz muita nostalgia porque foi uma das primeiras viagens que marcou no sentido de está-na-hora-de-começar-a-viajar. É um parque natural super organizado e lindo de apreciar. Também gostei muito do Parque das Aves, principalmente do horário de alimentação das araras quando estava lá sentadinha num misto de receio e deslumbramento. Confesso que só não gostei da Ciudad del Este, mas a Argentina me encantou e depois me inspirou numa viagem para BsAs.
    Te desejo muitas viagens! <3

  2. Nossa, que demais, nunca fui para Foz, tenho muita vontade de ir, amei você ter ficado do ladinho do Tucano, adoro essas aves <3
    Me leva p outro pais o/
    Bora tirar aquela foto na divisa, mostrando que podemos estar em dois lugares ao mesmo tempo hahahahahah

    Amei,

    Beijinhos
    http://www.eraoutravez.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here