Desventuras em Série Netflix O tão esperado seriado Desventuras em Séries estreou mundialmente na Netflix essa sexta-feira, 13/01. A primeira temporada tem oito capítulos e retrata a saga literária de Lemony Snicket (pseudônimo do americano Daniel Handler).

Desventuras em Série conta a história dos irmãos Baudelaire, Violet (Malina Weissman), Klaus (Louis Hynes) e Sunny, cujos pais morrem em um misterioso e repentino incêndio. A partir daí, os órfãos começam a viver uma série de “infelicidades”. É aí que entra um dos papeis mais esperados, o malvado Conde Olaf, interpretado por ninguém menos que Neil Patrick Harris. O ator charlatão só tem interesse em roubar a herança das crianças.

Desventuras em Série Netflix

Durante todos os episódios, a trama é amarrada pela narração do próprio Lemony Snicket (Patrick Warburton), que invade as cenas com explicações e previsões direcionadas aos espectadores. Isso, em vários momentos, deixa a série um pouco cansativa, por causa das interrupções constantes. Porém, imagino que tenha intenção de remeter mais aos livros, então quem gosta muito da saga literária, pode gostar desse elemento da série.

Como era de se esperar, comediante Neil Patrick Harris é o grande astro da história. A começar pela música de abertura, interpretada por ele. Tanto a maquiagem (que mal permite que a gente o reconheça em alguns momentos) quanto a interpretação em si são um tanto exageradas, mas é exatamente assim que o personagem (e a série) tem intenção de ser.

Desventuras em Série Netflix - Neil Patrick Harris

Com produção técnica muito bem feita e um visual sombrio e que de verdade nos leva para dentro da saga, Desventuras em Série transcorre cheia de mistérios e humor cheio de ironias, que fica entre o desconforto e a graça. Não acho que seja uma série para maratonar em um dia só, considerando que os episódios são longos e podem ficar um pouco cansativos, mas certamente vale a pena assistir.

Série x filme

Para quem anda não conhece, Desventuras em Série ganhou uma adaptação no cinema em 2004, na qual  Jim Carrey era protagonista. O seriado de 2017 tentou ser muito mais fiel à saga literária que o filme. Assistindo os dois, percebe-se que o início da história em si ficou bem parecido e a maior parte do primeiro episódio parece apenas uma nova versão do filme. Porém, do final do primeiro episódio em diante, percebe-se uma riqueza em detalhes que não encontramos, obviamente, no filme.

Desventuras em Série filme

Além disso, a série da Netflix trouxe novidades que a gente não esperava, com a inserção de novos personagens que não faziam parte do filme. A maior surpresa, para mim, foram os pais das crianças (Colbie Smulders e Will Arnett), que estão vivos e percorrendo o submundo de mistérios que Violet, Klaus e Sunny irão conhecer futuramente. Além disso, outra personagem importante inserida no seriado é Jacquelyn S. (Sara Cannin), que investiga e persegue o Conde Olaf.

Obra literária

A saga literária de Lemony Snicket (pseudônimo do americano Daniel Handler) teve início em 1999, com o lançamento do primeiro livro de Dsventurs em Série, que chama Mau Começo. A saga chegou ao fim em 2006, com o 13º volume.

O seriado tentou ser bem fiel à saga, e cada volume literário se transformou em dois episódios. No entanto, transcorre de forma mais livre e fluída.

10 COMENTÁRIOS

  1. Eu estou no 6 episódio e gostando bastante.
    Apesar de ter ficado meio decepcionada com o primeiro episódio.. achei que seria meio infantil.
    Ainda bem que foi melhorando!
    Nunca li os livros e só conhecia o filme.
    Kisses

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here