Dica de série: The Fosters

Conheci a série The Fosters nas últimas férias, quando viajei para a California. Fiz um tour bem legal nos sets de gravação da Warner e o set do seriado foi uma das partes altas do passeio. Claro que depois do tour, fiquei curiosa em assistir o programa e simplesmente adorei. Aqui no Brasil ele não faz tanto sucesso quando faz por lá, mas está disponível para assistir na Netflix, então vim compartilhar a dica com vocês.

série The Fosters

Com produção da atriz e cantora Jennifer Lopez, The Fosters mostra a vida de uma grande (e atípica) família formada por duas mães. Stef (Teri Polo) é uma policial que foi casada com seu colega de trabalho Mike (Danny Nucci), com quem teve um filho. Divorciada, vive com Lena (Sherri Saum), que é assistente social. Elas moram com o filho biológico de Stef, Brandon (David Lambert), e dois filhos adotivos, Jesus (Jake T. Austin) e Marianna (Cierra Ramirez).

Logo no primeiro episódio, Lena conhece Callie (Maia Mitchell), uma adolescente problemática, e a acolhe como lar temporário. Com isso, logo chega também Jude (Hayden Byerly), irmão temporário de Callie, que vivia em um lar adotivo e sofria maus tratos.

Com a casa cheia (e de pernas para o ar), a trama retrata as dificuldades e os desafios de uma família como qualquer outra, com o diferencial da realidade de lares adotivos. Além disso, essa foi a primeira série de televisão americana a mostrar uma família com um casal lésbico como protagonistas.

Esse foi um daqueles seriados que me prendeu desde os primeiros 10 minutos do primeiro episódio. Já não queria parar mais até acabar. Os personagens vão nos cativando e conquistando, cada qual com sua personalidade bem diferente, e  logo nos vemos como parte daquela família também. No meio de tanta confusões, dramas, problemas com aceitação, amores e tudo mais, vemos uma família que apesar de ser um tanto diferente, tem muito amor e laços muito fortes.

É certo que não é daquelas séries cheias de ficção, suspense, aventura… Se você gosta de assistir coisas com mais “adrenalina”, talvez não seja seu estilo. Achei bem o estilo de séries como Parenthood (acho que é a que mais se identifica mesmo) ou Gilmore Girls. Mostra mesmo o cotidiano, e embora em uma trama que não vemos com tanta frequência, várias das situações podem ser comparadas com coisas do nosso cotidiano.

Achei a produção muito bem feita, e tenho achado bem legal assistir as cenas depois de ter visto a casa real (o set) onde é gravada a série. Infelizmente essa era uma parte do tour onde não podíamos tirar foto, mas foi uma experiência incrível.

 

Informações técnicas

Gênero: drama
Número de temporadas: 4
Exibição (Brasil): Netflix
Primeiro episódio: junho de 2013

Mari Dahrug

Quero ser blogueira: começar com blog ou canal?

Quero ser blogueira: começar com blog ou canal?As perguntas que mais recebo nas minhas redes sociais são de pessoas que acabaram de começar ou querem começar um blog ou canal. Pensando nisso, estou criando uma série de posts e vídeos com dicas para iniciantes. Vou começar bem do início e ir até temas mais avançados, passando por criação, conteúdo, equipamentos, divulgação, edição, mídia kit, etc. Para hoje, vamos bem do princípio: começar com blog ou canal? Também abordei outro tema bem polêmico: ser blogueira é profissão?

Como de costume, estou colocando o vídeo abaixo para quem prefere assistir. Mas também tem todo o conteúdo abaixo em texto.

Começar com blog ou canal?

Não existe uma resposta oficial sobre o que é melhor, se o blog ou o canal. Hoje, como é possível perceber, os conteúdos multimídia têm tido uma melhor resposta do público, e nessa onda o Youtube obviamente se destaca. Porém, há formas de usar esses recursos multimídia no blog também e produzir conteúdos bem legais. Por exemplo, usar e abusar das fotos é uma forma de destacar bem o conteúdo do blog, e isso ajuda até mesmo as pessoas a encontrarem seu post quando procuram imagens no Google.

Optar por um ou outro simplesmente pensando naquele que traz os melhores resultados não é o ideal. O correto é pensar na mídia que se encaixa melhor ao seu perfil. As chances de você produzir um conteúdo legal atuando com aquilo que você se dá bem certamente serão muito maiores, e isso é o mais importante. Independente da mídia, o que as pessoas buscam é conteúdo de qualidade e bem feito.

Então pare e analise o que você faz melhor. Muita gente adora escrever e faz isso com muita naturalidade. Outras pessoas adoram fotografar. Outras, são natas com câmera desde criancinha. Leve tudo isso em consideração e use o que você faz de melhor a seu favor. Isso não significa também que já sairá escrevendo ótimos textos logo de cara, ou fazendo os melhores vídeos da internet desde o primeiro dia. Você precisará pesquisar, se dedicar, se esforçar e tentar melhorar a cada dia. Mas a chance disso acontecer é muito maior se você estiver fazendo algo que gosta de verdade.

Para quem gosta da produção de conteúdo em si e se dá bem com todas essas mídias, usá-las em conjunto seria o ideal. Eu particularmente acho que uma complementa a outra muito bem. Tem coisas que ficam melhores em texto, outras em fotos e outras em vídeos. Usar todos esses recursos certamente abrirá muitas possibilidades. Mas não comece tudo de uma vez. Escolha uma mídia para começar, se adapte com a rotina de produzir conteúdos. Somente depois comece abrir novas opções. Assim há uma chance maior de o trabalho fluir e você não se atrapalhar no processo.

Lembre-se que o trabalho envolvido é grande e exige muita dedicação. Não adianta criar o blog e fazer um post por mês, ou criar o canal e postar vídeos esporadicamente. Em alguns casos pode até dar certo, mas em 99% das vezes, a dedicação, frequência e a qualidade do conteúdo é que vão fazer com que seu trabalho comece a ter visibilidade.

 

Ser blogueiro (a) é profissão?

Esse é um tema polêmico e também é difícil responder diretamente. Acho que depende muito do seu conceito de profissão. Considerando pelo aspecto puramente do trabalho em si, certamente é. Não se engane pensando que é uma tarefa fácil. Entre ter ideias, pesquisar, preparar conteúdo, escrever / gravar / fotografar, editar / revisar, divulgar e tudo mais, o trabalho é gigantesco e toma muito tempo. Claro, novamente vou bater na tecla: tudo depende do seu empenho e dedicação, mas um conteúdo bem feito exige esforço.

Porém, para quem considera profissão aquele emprego que é remunerado, a resposta fica em aberto. É certo que o trabalho com blog e Youtube pode ser remunerado e hoje muitas pessoas vivem disso. Mas isso não é garantido, e mesmo quando acontece, leva bastante tempo para chegar nesse ponto. Para quem está começando, trata-se de um “trabalho não remunerado”. Ou seja: tem que ser feito por amor, porque você gosta.

Recebo às vezes perguntas de pessoas que querem saber como começar um canal no Youtube porque estão precisando de um emprego. E o caminho não é bem esse. Para quem está precisando de um salário, o ideal é procurar um emprego tradicional: faz entrevista, passa, trabalha o mês e recebe o salário dia X. Em paralelo, se o sonho é ter um blog ou canal, crie como uma segunda atividade. Mas dedique-se naquilo, faça com amor e porque te faz feliz. E se um dia ele se tornar sua função principal, melhor ainda!

 

Espero que tenha ajudado e continuem acompanhando a série, trarei muitas dicas legais! Se tiverem dúvidas ou sugestões de temas para ela, é só deixar nos comentários.

Mari Dahrug

Parceria: lojinha do blog na Ikesaki

É com muita alegria que trago essa super novidade hoje para vocês! Agora eu faço parte do Clube VIP Blogueiras da Ikesaki! Além de ficar super feliz pela parceria, ganhei uma lojinha do blog na Ikesaki com produtinhos escolhidos por mim. Vários deles têm resenha aqui no blog, inclusive. Olhem como ficou lindinha:

lojinha do blog na Ikesaki

Eu já era cliente Ikesaki há tempos e gosto muito da loja, tanto presencial quanto virtual. Para quem quiser fazer compras no site, há uma série de benefícios: vários produtos têm frete grátis e os demais têm frete bem em conta, é possível parcelar em 6x e a entrega é rápida! Além de ter muita coisa legal, é claro!

Estou bem feliz com a parceria e espero que vocês gostem desse meu novo cantinho. Pra ir conhecer, é só clicar aqui!

Como sei que muita gente fica com esse tipo de dúvida, nesse tipo de parceria a blogueira ganha uma pequena porcentagem sobre as compras por meio da lojinha, ou então créditos para gastar na loja. Eu optei por essa segunda opção, então vou adquirindo mais produtos para testar e trazer mais conteúdos legais aqui pro blog.

Mari Dahrug

Testei: Ritus Day Água Revigorante da Extratos da Terra

Olá, pessoal! Vocês estão percebendo que estou trazendo uma resenha atrás da outra esse ano? É que estou testando muitas coisas legais pra trazer a dica aqui para vocês. E tem mais várias ainda para colocar no blog. O produto de hoje é o Ritus Day Água Revigorante da Extratos da Terra. E é um ótimo produto pra esses dias de calor intenso que estamos tendo aqui no Brasil!

Ritus Day Água Revigorante da Extratos da Terra

Sobre o produto

Segundo a marca, o produto foi desenvolvido especialmente para os dias de muito calor, que fazem com que a pele e cabelos sofram um desgaste natural. A Ritus Day Água Revigorante da Extratos da Terra recupera o equilíbrio necessário para manter o rosto, corpo e madeixas hidratados, protegidos e energizados. O produto é ideal para ser usado na praia e na piscina e pode ser aplicado durante a exposição ao sol, intercalado com o filtro solar.

Com ativos altamente eficazes, a Água Revigorante melhora a energia e a defesa celular, fazendo as células trabalharem em suas condições normais, além de ajudar na oxigenação da pele. Além disso, possui Aloe Vera, com propriedades emoliente, calmante, rejuvenescedora, cicatrizante e hidratante. Por isso, é indicado também para o uso em queimaduras.

Outro ativo potente inserido em sua fórmula é a Artêmia, o que proporciona um efeito energizador. Ela “recarrega as baterias” e estimula a síntese de proteínas como queratina, filagrina, colágeno e fibronectina.

 

O que eu achei

Recebi da marca para testar e achei muito a cara do verão. Para usá-lo, basta borrifar a Água Revigorante por todo o corpo e cabelo. Ele refresca bem a pele e dá uma sensação bem gostosa, especialmente quando estamos em contato direto com o sol e a pele já está bem quente. Não testei na praia ainda (ahhhh preciso de praia! rs), mas da próxima vez que for certamente levarei comigo pois deve ser uma delícia pra refrescar enquanto tomamos um solzinho.

O legal dele é que ele é bem levinho, então a gente não precisa se preocupar de ficar com a pele melecada de creme, sabe? Esse tipo de produto (creme mesmo) prefiro usar à noite, antes de dormir. Então achei ele ideal para o dia mesmo, pois dá uma leve hidratada, refresca e deixa um cheirinho bem suave na pele.

 

Textura: é uma aguinha mesmo, bem levinha e não deixa a pele “melecada”.

Cheiro: bem fresquinho de Aloe Vera.

Preço: R$34,30

Onde comprar: os produtos da Extratos da Terra estão disponíveis em clínicas de estética, distribuidores da marca e pelo site: www.extratosdaterra.com.br.

Conclusão: ele deixa a pele bem fresquinha e estou gostando de usar em dias bem quentes. Quero muito testar na praia também!

Mari Dahrug

Como colocar papel de parede

Aqui em casa eu e o Thi sempre gostamos de mexer na decoração. Então sempre que podemos, tentamos mudar a cor de um cômodo, colocar um quadro diferente, trocar objetos, papel de parede etc. E sempre que possível, gostamos de colocar a mão na massa nós mesmos para isso. Então gravei um vídeo da nossa última “empreitada” (rs) e vim compartilhar as dicas com vocês de como colocar papel de parede.

No vídeo deixei tudo bem explicadinho e mostrei também todos os passos com bastante detalhe. Mas para quem prefere o passo a passo em texto, descrevi também o processo completo abaixo. Coloquei algumas ilustrações do próprio vídeo para tentar auxiliar.

 

Como colocar papel de parede

Você vai precisar de: cola em pó para papel de parede (100g por cada 30m2), água, balde para diluir a cola, rolo de pintura para aplicar a cola no papel, estilete, régua, espátula e um pano para limpar os excessos de cola.

Passo a passo:

  • Dilua a cola em pó em água, na proporção que constar nas instruções de sua cola (faça esse passo algumas horas antes da aplicação, para que dilua bem);

Como colocar papel de parede

  • Antes de começar, certifique-se de que a parede que irá receber a aplicação está limpa e sem pó;
  • Meça a área da parede para saber quantas tiras de papel de parede irá precisar, e meça a altura dela para saber o tamanho que deverá cortar as tiras;
  • Na hora de cortar a primeira tira, deixe cerca de 10cm para cima e 10cm para baixo para fazer o acabamento e para ter uma margem na hora de alinhar com a estampa da segunda tira;
  • Identifique o ponto onde a estampa tem a emenda antes de cortar a segunda tira. Calcule a altura da parede nesta segunda tira considerando essa emenda;
  • Corte as demais tiras que precisar para preencher a parede repetindo as instruções acima;
  • Com todo o papel cortado, aplique a cola abundantemente no papel;
  • Inicie a colocação na parede a partir do teto e desenrole até embaixo;

Como colocar papel de parede

  • Alise bem o papel com a espátula de silicone;
  • Repita o processo com as tiras restantes, tendo sempre o cuidado de as colocar exatamente ao lado umas das outras e localizando a emenda;
  • Use o pano para retirar o excesso de cola que possa existir nas bordas;
  • Se tiver pontos com caixinha de tomada, corte um X com um estilete e faça vindo envolta da caixinha para que o papel de parede fique certinho, depois disso corte o papel a partir destes vincos;
  • Faça um vinco no teto e no rodapé antes de cortar as sobras de papel;
  • Corte as sobras de papel do teto e do rodapé com o estilete e auxílio de uma régua para ficar bem certinho.

Como colocar papel de parede

 

Espero que esse passo a passo de como colocar papel de parede tenha ajudado. Se tiverem qualquer dúvida, podem deixar nos comentários que ficarei feliz em ajudar!

Mari Dahrug

Testei: batom Vita Lábium da Bio Genetyc

Se você ama batom líquido matte que não craquela e não deixa o lábio ressecado, certamente essa resenha de hoje é pra você. Recebi o batom Vita Lábium da Bio Genetyc da assessoria de imprensa da marca para testar. Eu nunca tinha usado produtos da marca e tive um primeiro contato muito positivo, a começar pela embalagem mara desse batom, totalmente diferente de qualquer outra que eu já tenha visto.

batom Vita Lábium da Bio Genetyc

Sobre o produto

De acordo com a marca, o batom Vita Lábium da Bio Genetyc possui Vitamina E e foi desenvolvido para facilitar a vida de mulheres que não têm tempo de retocar a maquiagem ao longo do dia.

Em forma de gel, o batom forma um filme impermeável minutos após a aplicação e seca nos lábios, proporcionando efeito duradouro e livre de manchas.

A linha de batons está disponível em seis cores. Essa linha foi utilizada na novela Além do Tempo pela personagem Melissa.

 

O que eu achei

Em primeiro lugar, como mencionei acima, fiquei encantada com a embalagem. Mas além de ser linda e diferente, ao usar percebi mais uma vantagem dela: foi o batom líquido mais fácil de aplicar que já usei. Isso porque podemos dosar o quanto de produto que sai pelo aplicador, e o produto desliza bem fácil e não mancha.

Além disso, realmente ele cumpre o que se propõe: seca bem rapidinho, não transfere e dura muito. Usei no último sábado para gravar vídeos, fiz a maquiagem logo após o almoço e fiquei até o início da noite gravando sem precisar retocar. Achei ótimo pois tenho facilidade incrível em tirar o batom dos lábios rs. E o melhor é que ele é matte, mas não deixa os lábios com aspecto ressecado e não craquela.

Enfim, tive uma ótima experiência com o batom. Recebi na cor rosa, que é um pink fechado que fica lindo na boca. Em alguns ambientes mais escuros, acaba dando a impressão de puxar para o vermelho.

batom Vita Lábium da Bio Genetyc

 

Textura: gel efeito matte depois de seco, mas leve e de fácil aplicação.

Cheiro: sem cheiro.

Preço: R$27,90

Onde comprar: os produtos da Bio Genetyc podem ser encontrados na loja virtual da marca e em algumas unidades das rede Farmais e Drogaria São Paulo.

Conclusão: Batom de excelente qualidade e que vale a pena conhecer. Ele cumpre aquilo que promete, é muito bonito e tem uma durabilidade ótima.

Mari Dahrug